pt | en



Serviços


Competitividade empresarial em risco
Aumentos de energia põem em causa sobrevivência de PME na região de Leiria

A NERLEI - Associação Empresarial da Região de Leiria considera que o Governo tem de avaliar a sua política energética e tomar medidas que garantam preços aceitáveis e estáveis para os consumidores nacionais, sobretudo para os empresariais, e que não coloquem em causa a sustentabilidade do tecido empresarial da região, nomeadamente dos médios consumidores de energia, que têm grande importância na criação e manutenção de emprego.

A NERLEI considera que apesar da "dita" liberalização do sector ter sido feita com a "promessa" de vir baixar os custos da energia elétrica, é recorrente verificarem-se aumentos, tendo havido, no passado recente, um aumento por via dos custos do acesso às redes, e agora pelo aumento do custo da energia, propriamente dita.

Numa consulta feita aos associados, a tendência de subida dos preços é real e chega a atingir os 35%. Esta realidade, está a pôr em causa a capacidade exportadora das empresas, comprometendo a sustentabilidade dos negócios e até a sobrevivência de algumas empresas, que se veem obrigadas a competir nos mercados com congéneres europeias que beneficiam de preços da energia muito mais vantajosos.

Jorge Santos, presidente da Direção da NERLEI, afirma que "apesar de estarmos perante um mercado ´supostamente´ liberalizado, existem muitos factores, que contribuem para formar o preço da energia, que podem ser alvo de um olhar mais atento do Governo, assim se queira garantir a competitividade das empresas".

 

 




ImprimirEnviar por Email

 2018.10.15