pt | en



Serviços


NERLEI promoveu apresentação da Plataforma digital e-UTIL
Compras conjuntas podem ser via para PME reduzirem custos com energia

A NERLEI - Associação Empresarial da Região de Leiria promoveu a apresentação da Plataforma Digital e-UTIL, que tem como objetivo promover a realização de compras agregadas de energia, num sistema de leilões digitais.

Jorge Santos, presidente da Direção da NERLEI, explicou aos presentes que as compras conjuntas de energia são uma temática que integra o plano estratégico da Direção que lidera desde o primeiro mandato, por se entender que é uma via eficaz para redução dos custos energéticos tão penalizadores para as empresas. A necessidade de dar dimensão ao projeto, para que os seus resultados fossem melhores, levou a que a NERLEI decidisse integrar um projeto da AIP ( Associação Industrial Portuguesa - Câmara de Comércio e Indústria) por ser mais abrangente e assim beneficiar do efeito escala.

A plataforma e-UTIL é cofinanciada pelo Portugal 2020, no âmbito do COMPETE, pretende ter um "papel agregador e facilitador". É um projeto de abrangência nacional e multissectorial em termos de produto.

Para António Perpétua, da empresa Perpétua, Pereira & Almeida, Lda, que atua no sector da cerâmica decorativa em Alcobaça, esta pode ser "a única forma de conseguirmos lidar com o lobby da energia".

José Cruel, da J. Roldão, Seiça & Tavares, SA da Marinha Grande, considera esta plataforma útil na medida em que "de certa forma delegamos a gestão dos nossos contratos de energia, o que é benéfico para nós".

Américo Coelho, da Tucab - Extrusão de Tubos e Vedantes, Lda, de Leiria, afirma que "é para isto que deve servir o associativismo. Quantos mais formos, maior a nossa capacidade de negociação. A energia é um grande custo para as empresas e é aí que devemos atuar".

A adesão à plataforma pode ser feita em www.eutil.pt, não representa qualquer custos para as PME que adiram. Em termos de comercializadores de energia, neste momento, tem já registados 9 dos 18 que existem no mercado, sendo que os quatro maiores já aderiram.

 

 




ImprimirEnviar por Email

 2018.04.19