pt | en



Serviços


Missão Empresarial decorreu entre 1 e 6 de novembro
Empresas satisfeitas com deslocação ao Irão organizada pela NERLEI

Chegaram ontem, dia 6 de novembro, e na bagagem "trazem" do Irão a convicção de que foi uma missão empresarial enriquecedora do ponto de vista de conhecimento do potencial económico deste País.

Pedro Custódio, membro da Direção da NERLEI, que acompanhou a comitiva afirma que as cinco empresas regressaram "satisfeitas com os contactos que lhe foram proporcionados e a forma calorosa como foram recebidos". "Trata-se de um mercado que surpreende pelas oportunidades e que representa muito potencial. Devido à sua dimensão este é um mercado que privilegia abordagens, que juntem em parceria várias empresas portuguesas".

Também Nuno Várzea, delegado da aicep Portugal Global em Teerão e Conselheiro Económico e Comercial da Embaixada Portuguesa no Irão, que desde o primeiro momento colaborou com a NERLEI nesta organização, diz sobre esta delegação portuguesa no Irão que "Formaram um grupo coeso, mas sobretudo profissional que por certo elevou a notoriedade de Portugal e das empresas portuguesas nos contactos efetuados".

A comitiva foi recebida na Residência Oficial do Embaixador de Portugal no Irão, João Côrte-Real, momento em que foi transmitida informação útil acerca do País, e a NERLEI teve oportunidade para apresentar e promover o tecido empresarial da região. Deste encontro ficou a abertura para apoio institucional em futuros contactos.

Além das agendas de contactos individuais com empresas locais, cerca de 30 em 3 dias, as empresas tiveram a oportunidade de visitar a maior feira comercial em Teerão - a IranExpo 2017, certame multissectorial e que reuniu expositores de todo o mundo.

Esta foi a segunda vez que a NERLEI levou empresas ao Irão, tendo a primeira vez acontecido há um ano, em novembro de 2016. As cinco empresas que integraram esta segunda Missão empresarial desenvolvem atividades nos sectores de: fabricação de maquinaria para indústria da cerâmica estrutural; extração e transformação de mármores; moldes; electricidade, automação de processos e manutenção técnica; software.

Esta ação está inserida no Projeto International Business 2017-18 que tem como objetivo desenvolver e reforçar as capacidades das PME no domínio da internacionalização, contribuindo para o aumento da base e da capacidade exportadora e da visibilidade internacional das empresas nacionais. É financiado pelo Portugal 2020, no âmbito do Programa Operacional Competitividade e Internacionalização, no montante de 3.675.612,39 euros, dos quais 2.005.291,12 euros são provenientes do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

 




ImprimirEnviar por Email

 2017.11.07