pt | en



Serviços


Estudo da NERLEI foi apresentado
Sector TICE em Leiria está numa fase inicial mas tem muito potencial para se afirmar globalmente

"O sector TICE (Tecnologias de Informação, Comunicação e Electrónica) em Leiria encontra-se ainda numa fase inicial, sendo necessária a construção de alicerces que viabilizem o seu desenvolvimento. As empresas têm pequena dimensão, e deverão colaborar por forma a crescer no mercado doméstico e internacional". Esta é a principal conclusão do estudo da NERLEI - Associação Empresarial da Região de Leiria apresentado ontem, dia 6 de março, e que reforça a ideia do potencial que a Região tem para formar um cluster TICE.

O estudo aponta dois estágios de desenvolvimento do cluster:

  1. o de implantação - o atual, em que se deve promover a colaboração entre empresas; o alinhamento do trabalho conjunto entre sector TICE, sector industrial, academia e startups; a atração de empresas TICE inovadoras.
  2. O da alavancagem e crescimento - em que o foco deve estar no crescimento e internacionalização de empresas; na atração de empresas nacionais e internacionais de maior dimensão; na atração de startups e scale-ups ligadas aos clusters industriais da região; no alinhamento do trabalho conjunto; no desenvolvimento de soluções inovadoras para os clusters industriais que integrem os vários players e cubram várias empresas da cadeia de valor.

Considerando o estágio inicial de desenvolvimento do sector TICE Leiria, o estudo aponta três grandes objetivos: ganhar dimensão e ser relevante; ter soluções e produtos adaptáveis e escaláveis ao mercado; e fomentar o desenvolvimento de startups e scale-ups.

Para atingir estes objetivos o estudo aponta diversas iniciativas em quatro áreas chave: parcerias empresas-starups-academia; internacionalização; Empreendedorismo e Inovação; e Comunicação.

 

 

 

 

 




ImprimirEnviar por Email

 2017.03.14