pt | en



Serviços


MOVE PME

 

 

 

Projeto MOVE PME - Formação-ação - 2º Ciclo

Projeto n.º POCI-03-3560-FSE-000795

Concurso: POCI -60-2019-08

Sistema de Incentivos: "Qualificação das PME - Projetos Conjuntos"

Programa Operacional: POCI - Programa Operacional para a Competitividade e Internacionalização

Eixo Prioritário: Promoção da Sustentabilidade e da Qualidade do Emprego

Objetivo Temático: Promover a sustentabilidade e a qualidade do emprego e apoiar a mobilidade laboral

Prioridade de Investimento: Adaptação dos trabalhadores e das empresas e dos empresários à mudança;

Tipologia da Operação: Formação- Ação para PME - 2 Ciclo

Organismo Intermédio: Associação Industrial Portuguesa - Câmara de Comércio e Indústria (AIP - CCI)

 

Financiamento Aprovado: 572 173,75 euros

Financiamento Público: 514 956,37 euros

Contribuição Privada: 57 217,38 euros

Localização geográfica: O presente projeto poderá ser desenvolvido em todas as regiões do Norte e Centro continente.

 

Destinatários

  • Micro, Pequenas e Médias Empresas Portuguesas (de acordo com a Recomendação nº 2003/361/CE da Comissão Europeia, de 6 maio), com menos de 250 trabalhadores;
  • Empresários / Gestores e trabalhadores das PME.
  • Para a temática Indústria 4.0 apenas podem participar Pequenas e Médias empresas que desenvolvam atividade industrial ou que integrem a cadeia de valor do sector

 

Descrição do projeto:

O presente projeto conjunto, tem como objetivo apoiar PME, reforçando a formação de empresários para a reorganização e melhoria das capacidades de gestão, assim como dos trabalhadores, apoiada em temáticas associadas à inovação e mudança, através de intervenções nas áreas de Organização e Gestão; Capitalizar: otimização de Recursos Financeiros, Economia Digital e Indústria 4.0, com o objetivo de contribuir para o aumento da capacidade contributiva das PME.

 

O apoio a conceder tem a contribuição do FSE limitada a 90%, pretende apoiar 54 PME nas seguintes temáticas:

 

Organização e gestão

Aplicar métodos de gestão adequados ao contexto global, com enfoque nas áreas da estratégia, produção, logística, marketing e vendas, e recursos humanos. Pretende-se que as empresas:

  • Introduzam novos métodos de organização do trabalho, adequados às características e necessidades dos mercados;
  • Reforcem as capacidades de gestão, nas áreas da estratégia, produção, logística, marketing e vendas, e recursos humanos;
  • Desenvolvam projetos de melhoria, com recurso a redesenho e melhorias de layout, ferramentas diagnóstico e planeamento;
  • Identifiquem oportunidades e riscos para o negócio;
  • Melhorem as capacidades de desenvolvimento e distribuição de produtos, processos e serviços;
  • Implementem ferramentas e sistemas de melhoria contínua.

Nº de Trabalhadores a abranger por empresa

Tipologia da Empresa

Total de Horas de Formação Ação

Nº de Horas de Formação

Nº de Horas de Consultoria

Formação

Consultoria

valor da contribuição Privada

MICRO

180

75

105

3

3

736,88 €

PEQUENA

226

100

126

3 a 8*

3

1.059,50€

MÉDIA

286

125

161

3 a 8*

3

1 426,38 €

* 3 formandos na formação interempresas (entre as várias empresas) e 8 na formação intraempresa (só para a própria empresa)

 

Capitalizar: Optimização de Recursos Financeiros


Dotar as PME de conhecimentos de natureza económico-financeira e de ferramentas e práticas de gestão que lhes permitam avaliar o desempenho da sua empresa e tomar decisões que garantam a sustentabilidade económica e financeira da empresa no longo prazo. Pretende-se que as empresas:

  • Conhecimento e decisão sobre distintas soluções de financiamento (Bancário, Garantia Mútua, Capital de Risco, Factoring, Confirming, Multilaterais Financeiras), adequadas ao propósito do financiamento;
  • Conhecimento sobre medidas financeiras e fiscais de estímulo ao financiamento por capitais próprios e redução do nível de endividamento das empresas.
  • Conhecimento de produtos financeiros específicos de apoio à reestruturação e transmissão empresarial;
  • Conhecimento sobre planos de negócios e sua importância na apresentação e desenvolvimento da estratégia da empresa junto de todos os seus stakeholders;
  • Conhecimento de novas formas de pagamento/financiamento de natureza exclusivamente digital;
  • Interpretação dos principais documentos contabilísticos, nomeadamente, os relativos às demonstrações financeiras, a orçamentos de exploração, de investimento;
  • Conhecimento e aplicação de técnicas e metodologias de análise económica e financeira;
  • Implementação de práticas de benchmarking relativas aos seus indicadores de desempenho económico e financeiro, face à sua concorrência, ao setor em que atuam e ao ciclo de vida em que se situam;
  • Implementação de medidas de gestão para mitigação de riscos económicos e financeiros.

Nº de Trabalhadores a abranger por empresa

Tipologia da Empresa

Total de Horas de Formação Ação

Nº de Horas de Formação

Nº de Horas de Consultoria

Formação

Consultoria

valor da contribuição Privada

MICRO

180

75

105

3

3

727,50 €

PEQUENA

226

100

126

3

3

936,84 €

MÉDIA

286

125

161

3

3

1.213,88

 

 

Economia Digital

Reforçar o posicionamento e notoriedade das empresas à escala global no universo web (ferramentas e plataformas digitais; modelos de negócios adequados à economia digital; presença no universo web - site, loja virtual, blog, redes sociais). Pretende-se que as empresas:

  • Adequem os seus modelos de negócios, com vista à inserção da PME na economia digital;
  • Marquem a sua presença no universo web (site, loja virtual, blog, redes sociais);
  • Desenvolvam ferramentas e plataformas digitais;
  • Introduzam sistemas de informação aplicados a novos métodos de gestão, distribuição e logística;
  • Conheçam as crescentes ameaças digitais à segurança das empresas e que adotem comportamentos e práticas adequadas à minimização dos riscos;
  • Adquiram conhecimentos sobre a mudança de paradigma em curso, introduzida pela evolução da digitalização, interconetividade e novas tecnologias de produção e os impactos que irão ocorrer ao nível da estrutura organizacional, nas metodologias de trabalho e na cultura empresarial.

Nº de Trabalhadores a abranger por empresa

Tipologia da Empresa

Total de Horas de Formação Ação

Nº de Horas de Formação

Nº de Horas de Consultoria

Formação

Consultoria

valor da contribuição Privada

MICRO

180

75

105

3

3

727,50 €

PEQUENA

226

100

126

3

3

936,84 €

MÉDIA

286

125

161

3

3

1.225,59€

 

Indústria 4.0

Pretende-se que as PME aumentem os níveis de automação, conectividade e digitalização dos processos produtivos, incrementando a sua atividade empresarial e reduzindo custos económicos e de contexto. Pretende-se que as empresas:

  • Novas competências pela incorporação de soluções digitais;
  • Cultura organizacional digital;
  • Inteligência artificial, robótica, internet das coisas, computação em nuvem, Big Data, tecnologias aditivas de fabricação;
  • Soluções de plataformas integradas;
  • Sistemas e equipamentos conectados;
  • Conetividade na cadeia de valor;
  • Sistemas de monitorização da produção em tempo real;
  • Interfaces digitais avançados com clientes, fornecedores, parceiros;
  • Digitalização e automatização de processos;
  • Processos de produção autónomos, flexíveis e monitorizáveis;
  • Cibersegurança;
  • Novos métodos de recolha e análise de dados para suporte à gestão;
  • Plataformas digitais de apoio à gestão;
  • Financiamento/Investimento - Instrumentos e mecanismos para projetos i4.0.

Nº de Trabalhadores a abranger por empresa

Tipologia da Empresa

Total de Horas de Formação Ação

Nº de Horas de Formação

Nº de Horas de Consultoria

Formação

Consultoria

valor da contribuição Privada

MICRO

180

75

105

3

3

736,88 €

PEQUENA

226

100

126

3 a 8*

3

1 059,50 €

MÉDIA

286

125

161

3 a 8*

3

1 426,38 €

 

* 3 formandos na formação interempresas (entre as várias empresas) e 8 na formação intraempresa (só para a própria empresa)

 

 

O MOVE PME é um projeto de formação-ação que compreende a realização de formação em sala e a consultoria especializada nas empresas.

O modelo de intervenção previsto privilegia, globalmente, a inovação face aos modelos tradicionais de formação no domínio da qualificação e requalificação de ativos. Assim, o modelo de formação-ação proposto é orientado pela resolução de problemas concretos das empresas, ou seja, constrói-se em função da resposta a necessidades de evolução das empresas por contraponto à tradicional lógica de organização da formação a partir da mobilização de conteúdos formativos mais ou menos catalogados, percorrendo as fases de Diagnóstico, Definição do Plano de Ação, Formação de Trabalhadores e Avaliação.

 

Se quer participar preencha a ficha de pré-adesão AQUI e envie para formacao@nerlei.pt

 

Mais informações: Dep. de Formação e Qualificação Profissional da NERLEI

 

 


ImprimirEnviar por Email